Será que a dor é diagnosticada nos exames de imagem?

Um dos maiores pesquisadores em dor no Brasil chama-se Felipe Reis, professor do Instituto Federal de Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro. Ele e seu grupo de pesquisa vêm estudando e entendendo como o corpo humano produz, sente e reage aos estímulos de dor. Claro que tudo isso para buscar soluções e tratamentos eficazes e confiáveis para os pacientes.

A população em geral ainda está culturalmente envolvida num processo imediatista da cura da dor física, porém, o que os resultados das pesquisas mundiais demonstram é um panorama muito mais complexo envolvendo classificação dos tipos de dor, fatores de risco, e tratamento multimodais inserindo intervenções de diversos profissionais da saúde como fisioterapeutas, médicos, psicólogos, nutricionista, educadores físicos para tratar um mesmo indivíduo.

Provavelmente você já vivenciou ou conhece alguém que vivenciou esta situação: "Sinto dor na coluna, e na minha ressonância magnética apareceu 3 hérnias de disco lombares, tomei anti-inflamatório e passou, mas agora ela está voltando novamente".

A grande questão é: a causa da sua dor será apresentada nos exames de imagem?

Uma outra questão: O tratamento adotado é eficaz?

O grupo do professor Felipe Reis montou um pôster muito bacana informando e desmistificando estas questões.

Para termos uma idéia, 52% das pessoas SEM dor lombar apresentaram imagem de protrusão discal e hérnia de disco na ressonância magnética.

20% das pessoas com idades inferiores a 60 anos apresentaram hérnia de disco e NÃO relatavam dor.

70% das pessoas apresentaram alterações no exame de ressonância magnética do quadril e não relatavam dor.

O que podemos concluir é que as alterações nos exames de imagem não são proporcionais a dor, e vice-versa.

Além disso, muitos outros fatores podem contribuir para sua dor.

A ciência está cada vez mais em busca dos diagnósticos e tratamentos padrão ouro. Alguns países já adotaram o modelo multimodal de tratamento.

É preciso que os profissionais de saúde se aproximem das informações mais atuais para tornarem suas práticas mais eficaezes, porém, é preciso também que a informação chegue aos pacientes para que eles mesmos adotem uma nova cultura.

Todas as referências bibliográficas dos dados citados acima, bem como o pôster completo com estas e outras informações estão neste link:

https://www.dropbox.com/s/1u8xpbegc65y4kf/Poster%20Dor%20e%20exame%20de%20imagem%20%5BModo%20de%20Compatibilidade%5D.pdf?dl=0

#Fisioterapia #FisioterapiaDomiciliar #fisioterapiaemcasarj #FisioterapiaEmCasa #homecare #fisioterapeuta #lukasescobarfisioterapeuta #drlukasescobar #examesdeimagem #dorcronica #estudodador

Featured Posts
Recent Posts

CONTATO

(21) 97930-4143 
  • Wix Facebook page
  • YouTube clássico
  • Twitter App Icon

Faça parte de nossas redes sociais e receba em primeira mão PROMOÇÕES, EVENTOS e INFORMAÇÕES

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now